Esse blog foi criado pela aluna Cristina Santiago Vallado, do curso de letras, como trabalho de aproveitamento da disciplina Recursos Tecnológicos na Educação.

Plano de Aula

Disciplina: Português

Nível escolar: 2º Ano do Ensino Médio

Conteúdo:

 

A técnica do seminário

 

Objetivos:

 

Ao final da atividade, espera-se que os alunos sejam capazes de:

Transmitir com eficácia as informações pesquisadas;

Utilizar o registro formal;

Elaborar um esquema orientador da fala;

Reconhecer as marcas lingüísticas características do gênero seminário;

Utilizar recursos técnicos.

 

Recursos didáticos:

Cartolina para confeccionar cartaz, lápis preto, lápis de cor, borracha, caneta hidrocor, apagador, papel, mimeógrafo, giz, lousa. Folha de transparência, caso a escola tenha retro projetor; xérox, vídeo cassete, fita de vídeo e filmadora também são ótimos recursos de auxílio ao desenvolvimento deste tipo de trabalho pedagógico.

    

Desenvolvimento da atividade/ procedimentos:

Após o término da pesquisa realizada pelos alunos em diversas fontes sobre o tema que será apresentado, ensinarei os procedimentos de apresentação do seminário.

1º momento

Levantarei os conhecimentos prévios dos alunos com o objetivo de identificar o que eles sabem a respeito de como se organiza um seminário. Discutirei com os alunos o que um seminário tem que ter, qual o papel dos participantes (expositor, platéia, professor) e o que não pode acontecer durante a apresentação. Depois disso, apresentarei aos alunos a proposta de trabalho. Explicarei o objetivo do trabalho e organizarei e os grupos, definindo quem serão os interlocutores, os temas, o que se espera dos alunos, o tempo de duração da preparação, a data da apresentação e os passos da tarefa. Deixarei claro também que a avaliação se dará durante e no final da atividade.

2º momento

Fornecerei o seguinte roteiro de observação aos alunos. Cada um, dentro do grupo, pode observar e registrar um aspecto diferente da apresentação.

Roteiro

Verificar como o apresentador:

Abre a exposição. Que forma ele utilizou para entrar em contato com o público? Qual foi a saudação inicial?

E um último aspecto, observar nas frases do apresentador algumas marcas lingüísticas como as expressões então; portanto; sobretudo; no momento; ao longo desta apresentação...; para finalizar... vamos observar...

3º momento

Retomarei com os alunos os itens da aula anterior, com o objetivo de socializar as observações. Caso a apresentação tenha sido filmada, utilizarei o filme para análise.

4º momento

Solicitarei aos alunos que retomem, em classe, os resumos dos conteúdos pesquisados para preparar a apresentação. Os acompanharei na elaboração do esquema orientador da fala, utilizando algumas palavras-chave. Os ensinarei a preparar os cartazes, destacando a importância da disposição das imagens e das frases de síntese. Mostrarei aos alunos como preparar transparências, se for o caso. De posse dos esquemas e dos cartazes, que devem ser revisados, pedirei aos alunos que estudem o tema em casa para que, na aula seguinte, façam o ensaio da apresentação.

 

5º momento

Reservarei duas aulas no horário escolar para os ensaios. No caso de uma apresentação de uma classe para outras, acompanharei o ensaio. Neste tipo de apresentação, todos devem ter um papel e aquele que não falar desta vez falará na próxima. No caso de haver apenas um grupo expositor que fará a apresentação para os demais colegas da mesma classe, o ensaio precisa acontecer só com a presença dos responsáveis pelo seminário. Por se tratar de um treino, se os ouvintes souberem de antemão como será o seminário podem perder o interesse por assistir à apresentação oficial. Nesse caso, os alunos fazem o ensaio em casa. 

6º momento

De acordo com o número de grupos, reservarei mais ou menos tempo para as apresentações. Caso a escola tenha filmadora, combinarei com os alunos a filmagem dos seminários, para facilitar a avaliação final, uma vez que esta poderia ser feita a partir da análise das imagens do vídeo.

Avaliação: 

A avaliação deve acontecer no processo e no final. Durante o desenvolvimento do seminário, valorizarei os aspectos positivos dos alunos e os orientarei quanto aos aspectos que precisam melhorar. Ao final, tanto os alunos como eu farão comentários sobre o que mais gostaram bem como os pontos mais problemáticos que apareceram nas apresentações. Tanto os avaliadores (alunos) como os avaliados (expositores) devem ter clareza do objetivo dessas observações, qual seja,de contribuir para a melhoria das futuras apresentações.

Bibliografia:  

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental (1998), Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa - 3º e 4º Ciclos do Ensino Fundamental, Brasília:MEE/SEF

ENCICLOPÉDIA BARSA. Vol. 2. Rio de Janeiro, São Paulo Encyclopedia Britannica Editores Ltda.

GRANDES FATOS DO SÉUCLO XX- Vol. II. 1984. Ed. Rio Gráfica.




[ ver mensagens anteriores ]
Visitante número: